quarta-feira, junho 11, 2008

UMA QUESTÃO DE CARÁCTER

............................................................`a bon entendeur. . .
...........................((clicar sobre a imagem)

. . . un demi mot suffit.

.......O presidente da concelhia do PS/Póvoa , Renato Matos, assegura que Carlos Maçães vai voltar a ser candidato socialista à Junta de Freguesia de Aver-o-Mar nas próximas eleições autárquicas, apesar da aproximação entre o líder do órgão autárquico daquela vila e a maioria PSD que governa o município.
......“ Quem quiser ir para a política para fazer disso carreira, obviamente que não vai para o Partido Socialista na Póvoa. As pessoas entram para o PS por uma questão de carácter e de consistência ideológica e política (…) Carlos Maçães vai ser candidato pelo PS nas próximas eleições”, disse, de forma peremptória Renato Matos, aos jornalistas à margem de uma sessão de “boas-vindas” a novos militantes que decorreu num unidade hoteleira precisamente em Aver-o-Mar "

......É evidente que Renato Matos, de forma subtil, mas confiante, lança, indirecta e publicamente, um apelo à dignidade do presidente da junta de Aver-o-Mar insinuando que no PS devem manter-se as pessoas de carácter e o Partido reiterará o devido apoio ao seu candidato na próxima recandidatura.
......Por outro lado, como pode imaginar-se que Carlos Maçães não se tenha curado da ingenuidade de acreditar nas promessas aliciantes do Presidente da Câmara, quanto a “intervenções fantásticas” nesta vila ? E aquela do “arranjo da marginal em Janeiro” do ano findo.?... Consulte-se aqui, nos archives , meu post, de 15 de Agosto de 2007 , “CALCANHAR DE AQUILES DE MACEDO VIEIRA” )
......Por idêntica e repetida inocência ficou arrumado do cargo o simplório Manuel Figueiredo, batido precisamente por Carlos Maçães por pouco mais de duas dezena de votos.
......Também, por essa altura, denunciei aqui o logro em que aquele caiu ( Veja-se nos archives ,meu texto : INSUCESSO DA DEMAGOGIA, em 29 de Abril de 2006 ).
Para a política do vale tudo , há que estar prevenido e, o que é muitíssimo mais importante a preservar, é a honorabilidade, o carácter pessoal que se evidencia por uma conduta de firmeza , a salvaguardar os compromissos assumidos, denegando os ilusórios aliciamentos que levam ao descrédito e à derrota pública, como se viu ter acontecido.

2 comentários:

Manuel CD Figueiredo disse...

Caro Prof.Dimas Maio,
Só agora tive oportunidade de ler este texto, mas apresso-me a manifestar-lhe a clareza e a visão que nele se podem encontrar. O alcance político aqui contido não deveria ficar limitado a esta página; isto é, os aqui directamente tidos como alvo e a população em geral deveriam pensar no que são as baixas "jogadas políticas" e as promessas falsas, que atiram para bem longe os interesses do Povo.

rouxinol de Bernardim disse...

«Pescar à linha» é uma especialidade muito vulgar, não só na Póvoa. Só não deu resultado em Terroso... pois ali há coluna vertebral!