quarta-feira, janeiro 16, 2008

QUÃO FEIA É ESTA MANIFESTAÇÃO DE DESPEITO !!!

................
................(clicar sobre a imagem)
------António Miguel de Morais Barreto é uma personagem cuja intelectualidade é por demais conhecida para se lhe poder negar capacidade de produzir um trabalho de análise sociológica ou política com base segura numa argumentação indestrutível sob o ponto de vista da observação da realidade dos factos e auscultação dos princípios subjacentes.
......Só que, a agudeza de seu espírito, que se acreditava fiel à observância da verdade científica, se embota, frequentemente, pelo deslustre de um sentimento mesquinho de despeito que o conduz ao descrédito da sua pretensa afirmação de um trabalho absolutamente independente .
......A prova do desvio de sua integridade ético-profissional aí está na violenta manifestação de animosidade contra Sócrates que vai ao ponto do incitamento a “uma reacção dos cidadãos”
......Mas, porquê esta barretada de acusações gratuitas contra o primeiro ministro cujo fundamento, à primeira vista, não se vislumbra? Sabe-se que Sócrates nunca o referiu a propósito de coisa nenhuma. Daí se adivinha a ferida que não sara e se agrava com a proeminência daquele que escolheu para seu inimigo.
......Congratule-se com o mesmo mal que deu a outros, e são tantos que sofrem da mesma dor !

1 comentário:

rouxinol de Bernardim disse...

Caro professor:

Concordo com algumas das considerações vertidas por Barreto. Depois excede-se. Toma o freio nos dentes. Vai longe demais.

Mas que quem detém o poder por vezes também se excede, lá isso é verdade.

Mas, o Eça de Queiroz que hoje me fez o favor de dar uma entrevista, explica quase tudo. Ele é INTEMPORAL!

António Barreto é um «temporalzinho» passageiro que não incomoda ninguém!

Estas borrascas domésticas também fazem falta. Dantes é que era a «paz podre»!